PIB: Tudo Que Você Precisa Saber Sobre o Produto Interno Bruto!

O que é PIB
O que é PIB

O Produto Interno Bruto (PIB) é um indicador macroeconômico que fotografa o nível de consumo, investimento, gasto público e comércio (em geral, portanto de riqueza e bem-estar) em um dado prazo.

O PIB é um indicador fundamental para ter uma imagem imediata do estado de saúde de um país num dado momento. A interpretação deste indicador é muito importante e, como veremos, esconde armadilhas.

O que é PIB
O que é PIB

Quais São os Componentes do PIB?

Podemos definir o Produto Interno Bruto usando os três termos que o chamam:

  • Produto, por indicar o valor (riqueza) dos bens e serviços produzidos pelo sistema econômico;
  • Interno, o sistema econômico produtivo refere-se a um determinado país, para o qual teremos, por exemplo, o PIB da Itália, da França e assim por diante;
  • Bruto, isto é, o valor inclui as despesas que são usadas para reintegrar o capital produtivo que o exercício após ano desgasta, reduzindo seu valor inicial.

O Cálculo:

O PIB é composto por vários fatores e é possível usar métodos diferentes para calculá-lo:

  • Método de gastos;
  • Método de valor agregado;
  • Método de renda.

Nos três casos, o resultado é o mesmo, mas os componentes levados em consideração são diferentes. Vamos ver detalhadamente cada método.

1 – O Método de Gasto:

O método de gasto é o mais comum para o cálculo do Produto Interno Bruto. Essa metodologia examina consumo, investimentos, gastos públicos e a balança comercial de um país. A partir daqui, teremos a seguinte fórmula para o cálculo do PIB:

  • Y (PIB) = C + I + G + (XM)

Como você pode ver, desta fórmula nós examinamos:

  • C: isto é, o gasto das famílias em bens, portanto, consumo;
  • I: investimentos privados;
  • G: gastos públicos com o estado;
  • X: exportações totais;
  • M: importações totais.

2 – O Método do Valor Adicionado:

Com este método, para calcular o Produto Interno Bruto, os valores de bens e serviços produzidos pelas empresas são levados em consideração. Nesse caso, portanto, o PIB mudará de acordo com o Valor Adicionado.

Para valor acrescentado é a diferença entre o valor recebido com a venda de um bem ou serviço e os custos incorridos para produzi-lo. A fórmula será, portanto:

PIB = Valor Agregado = Retorno do bem / serviço – Custo do bem / serviço

3 – O Método do Rendimento:

Com esta metodologia, o PIB é calculado através de salários e rendimentos do capital. Então teremos que a fórmula será igual a:

PIB = Salários + Renda do Capital:

Como mencionado anteriormente, isso não muda nada entre as 3 metodologias, porque todas elas levam ao mesmo resultado.

Diferença entre PIB Nominal e Real:

O Produto Interno Bruto fotografa o valor total da produção, conforme definido anteriormente, em um determinado período. Nesse sentido, falar em Produto Interno Bruto significa referir-se ao consumo dos cidadãos, aos investimentos das empresas, ao gasto público de um estado e ao valor das exportações.

No entanto, os preços dos bens de consumo e privados, mas também os serviços públicos, bem como o custo do dinheiro (taxa de juros) variam de ano para ano. Não só isso. Os preços dos bens e matérias-primas mudam e, portanto, as exportações também aumentam ou diminuem.

É claro, portanto, que todos os componentes do PIB são influenciados pela inflação, isto é, pelo aumento geral dos níveis de preços.

PIB - Produto Interno Bruto
PIB – Produto Interno Bruto

Neste sentido, a distinção entre o PIB nominal (calculado com base nos preços atuais, por exemplo, o PIB no segundo trimestre de 2015) e o PIB real (PIB calculado com base em preços constantes, por exemplo, numa base anual), surge.

O Produto Interno Bruto nominal também é dito monetária e leva em conta a inflação naquele momento preciso no tempo em que é calculado. O cálculo leva em conta o poder de compra das famílias e das empresas ajustado de forma inflacionária com base nos preços atuais (portanto, não é o atual);

O PIB real é calculado com base em preços constantes, isto é, sem levar em conta o ajustamento dos preços com a inflação corrente no momento do cálculo.

O que Significa PIB per Capita?

Se dividirmos o PIB real para a população total de um país, obtemos o PIB real per capita, ou seja, o valor médio de produção obtido na economia do país em um determinado ano.

O que Significa Quando o PIB Aumenta?

Os componentes da fórmula mostram que um aumento do PIB nem sempre pode ter um significado positivo. Por exemplo, se o consumo diminuísse e a despesa pública aumentasse proporcionalmente mais, o PIB seria melhorado, mas a diminuição do consumo mostraria que a riqueza das famílias está a erodir (por razões como baixar os salários ou aumentar inflação).

Um aumento no Produto Interno Bruto graças à contribuição de todos os fatores (além das exportações e importações, porque o equilíbrio desses dois componentes depende da estrutura econômica de cada país) é um sinal de riqueza e riqueza de uma nação (mesmo se o PIB não nos diz como esses dois resultantes são distribuídos entre a população).

Os Efeitos do PIB no Mercado:

O Produto Interno Bruto é também um significativo impulsionador do mercado para o desempenho dos mercados financeiros. Com as notícias de um aumento do PIB em um país, como os mercados reagem?

Um aumento no Produto Interno Bruto tem efeitos positivos nas bolsas de valores, pois é percebido como um indicador de bem-estar do país ao qual se refere. Envolve um aumento nos lucros corporativos e, portanto, nos preços das ações.

No entanto, depende muito do status quo da economia do país de referência: se o PIB cresce inesperadamente e registra uma lacuna excessiva em relação às variações anteriores, o aumento poderia ser um sintoma de uma espiral inflacionária.

Nesse caso, os mercados financeiros atuariam na direção oposta, sentindo um sinal negativo para os fundamentos do país e, consequentemente, para a lucratividade futura das empresas listadas.

Qual é o PIB Submerso?

O PIB realmente mede toda a renda produzida por um país? A resposta é não. O PIB não inclui alguns itens que serviriam para dar uma imagem mais realista do estado de riqueza de um país em um determinado momento.

De fato, no cálculo do Produto Interno Bruto, realizado trimestralmente pelo ISTAT, os componentes de renda derivados da chamada economia ilegal não estão incluídos, mas não são desprezíveis em um sistema econômico produtivo:

  • Tráfico de drogas;
  • Prostituição;
  • Falsificação e recebimento;
  • Renda do trabalho que está além dos controles tributários.

Fonte: https://www.money.it/Cos-e-il-PIL

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*